Meu novo Blog

Cheque meu novo blog, espero sua visita!

www.elainemartini.blogspot.com

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Post por Fabíola Gonçalves de Oliveira


"Eu sempre defendo a saúde no caso de uma dieta, regime ou qualquer mudança abrupta no hábito da pessoa.
Defendo porque não acho justo a pessoa se sacrificar tanto para emagrecer e depois de magra, pagar pelas consequências da sua falta de cuidado, porque com certeza adoecerá mais rapidamente e estará mais propenso a qualquer outra doença pela baixa na imunidade.
Tanto na saúde do corpo quando na saúde da mente eu foco minhas atenções. Virar louca por calorias e ser vista como uma maníaca também não é bom, não?
Estou escrevendo sobre isso porque sonhei esses dias que meu noivo falava que eu tinha engordado. Poxa! Que injustiça! Foi um sonho ruim, mas eu me preocupei um pouco, porque chegar ao ponto de sonhar é porque isso já está me afetando psicologicamente também.
Será que estou "amaniacando"?
Ontem no meu trabalho, também aconteceu uma outra ocasião que eu não apreciei. Estava eu, no meu cafezinho da tarde, comendo minha maçã e bebendo meu iogurte quando as outras professoras chegaram e eu ofereci um pedaço do bolo maravilhoso de trufas e morango que minhas alunas trouxeram para comemorar o aniversário de uma delas, elas se serviram e neste momento uma das alunas veio e comentou: - Acredita que a teacher não comeu um pedaço sequer do bolo e nenhum salgadinho?, uma das professoras emendou: - O apelido dela é dieta!
Ahhhhh... Gente!!! Eu não estou tão paranóica assim, eu sei que foi uma brincadeira das minhas colegas de trabalho, mas eu não queria ser vista assim não.
Eu conheço pessoas bem piores neste ponto e acredito que eu ainda esteja saudável. Poxa! Se eu fosse paranóica, não comeria nenhum chocolatinho à noite.
Volto a dizer aqui o motivo deste post, porque queria que entendessem bem. Às vezes, as pessoas ao nosso redor enxergam mais do que nós. Enxergam se engordamos, enxergam se emagrecemos, enxergam todos nossos exageros. Um dos meus é com certeza, comer rápido demais, coisa de gordo, com certeza.
Mas voltando, elas enxergam tudo que vai além do normal e isso as chama atenção.
Então cuidado!
Cuidado para não enlouquecer para chegar ao seu objetivo de vida.
Seja realmente cautelosa com tudo, mas cuidado para não "pirar na batatinha", maionese, baguete de presunto, lanche do Burguer King... etc...
Coma bem, coma naturalmente, como o que gosta e o que deve. Se divirta comendo. Não deixe esse hábito virar uma neurose em sua vida."

5 comentários:

Carlos Henrique disse...

Fabíola, você não tem noção de o quanto está certa.
Na dieta ou reeducação alimentar, podemos ver e asvaliar hábitos que antes não tinhamos noção de quando ruins eles são para nossa saúde.

Nossa missão é além de emagrecer, nossa missão é ter o compromisso de uma vida saúdavel e responsável conosco.

Fabíola disse...

Alguém me entende... Obrigada!

Line Simas disse...

não adianta mudar por um período só pra conseguir oque quer e depois engordar o dobro =/

Fabíola disse...

Pois...
Mudança de hábito, cabeça, pensamentos JÁ!

Anônimo disse...

This physical exertion is modified from your automobile trunk and arise an opposite knee
joint and shoulder toward the midline of your consistency.
From In that location pass some clip exploring what slat with its barbellate position and remnants of the
Grim paint. This is too a clip for office chairs paddling, and I desire to bid a retrospective office chairs second bread and butter testament supererogatory
you from getting tortures of second annoyance and bad carriage.